Corinthians do meu coração, Tu és religião de janeiro a janeiro. Se Corintiano é ir além de si mesmo

Perdeu porque mereceu

Corinthians 2 x 3 Ponte Preta

Creio que deva ser a 3 vez que trago esse título em um pós-jogo, em todas as vezes foi merecido, não diferente no ultimo domingo, a diferença é que dessa vez valeu uma passagem para as semis do paulista, ou paulistinha como muitos dizem denegrindo o campeonato e depois fazem parecer uma eliminação o fim da vida.

Muitos aspectos levaram-nos a derrota, alguns julgam, tacam pedras e mandam cortar a cabeça do Júlio César por ela, mas não foi ele sozinho,são três pontos.

1 O time todo

Fora Cástan que foi zagueiro, lateral, atacante e Willian que entrou bem,ninguém jogou o minimo que podia, não se movimentaram, não chutaram, não foram para cima, estagnado e estático assistiu a Ponte abrir 2 gols e depois no segundo tempo apenas correu atrás do prejuízo.

2 O tendão de Aquiles

A Ponte nos estudou certinho, percebeu o maior ponto fraco do nosso time, o que não é um jogador, e sim um esquema, Avaí , Botafogo, Cruzeiro usaram dele o ano passado e se buscar os resultados vai ver que foram catastrófico, é a nossa kriptonita 4-1-4-1, 4 homens atrás, 1 pegando o Danilo, 4 na segunda linha batendo de frente com volantes e laterais e 1 na sobra pra combater os zagueiros. Como o Corinthians se da por vencido quando joga contra um esquema assim, impressionante não consegue se desvincilhar disso, ai eu devo culpar o Tite, é recorrente, precisa de uma alternativa para isso, precisamos então de um jogador que bate no peito e fala que vai decidir, um protagonista e meio a um time inteiro de coadjuvante.

3 Las mãos de Lacoste

Infelizmente não da para não citar, dois gols sofridos com falhas bizonhas e um com uma lentidaão par apular estilo Danilo. Não é de agora que o JC falha, sim ele já fez alguns milagres, mas suas falhas são sempre escolhidas a dedo, em jogo onde não pode falhar, Goias, Santos e Ponte Preta, sem contar o Tachira, e o Mogi esse ano. Eu conheço Júlio sei que seu potencial de dar a volta por cima supera as falhas, mas essa foi diferente, não por elas, mas como reagiu, no ultimo gol era eminente seu desespero ao chutar a bola em cima do Cástan, tanto que saiu feito uma carranca para “fechar” o gol e deixou ele aberto, depois saiu se xingando do gramado e por fim chorando do estadio, e é isso que realmente preocupa seu emocional, o que define uma partida muitas vezes mais que a técnica, foi por agua abaixo.

O problema da eliminação, não é a eliminação em si, mas sim ver torcida colocando a libertadores omo uma “afogar as magoas” não é assim, não pode ser assim, a libertadores é só um campeonato, que ainda não ganhamos, e o ambiente era esse “só mais uma competição” e depois desse jogo contra o Emelec se vier um resultado não satisfatório, como será? Voltará a ser a LIBERTADORES? Espero e torço para que não, afinal continuo pregando que com ela ou sem ela seremos eternamente grandes.

Aqui é Corinthians, e nada mudará isso.

  1. corinthiansarazaodomeuviver reblogged this from corinthianseternamente
  2. 27-94 reblogged this from meutimao
  3. corinthianseternamente reblogged this from meutimao
  4. meutimao posted this